Palestras: O que é a Humildade - Cristo Mestre da Humildade segundo Santo Agostinho - A humildade segundo pensamento se Santo Agostinho Mais »

É na missa de Santo Ezequiel que fazemos os nossos pedidos para este poderoso intercessor principalmente para as pessoas enfermas, notadamente nos casos de câncer. Poderemos ouvir depoimentos de inúmeros milagres e no final o sacerdote faz a imposição de mãos com oração de cura de Santo Ezequiel. Mais »

 

Santo Agostinho: a humildade de reconhecer-se pecador

 

 

«Se me perguntais o que é mais essencial na religião e na disciplina de Jesus Cristo responderei que o primeiro é a humildade, o segundo a humildade, e o terceiro a humildade»
Santo Agostinho, Epist. 118, 22

 

 

 

Madre Paulina

“Os doentes são a verdadeira imagem do Nosso Senhor. Tudo aquilo que se faz pelos doentes, Deus olha como feito a si mesmo”

 

 

 

São Pedro e São Paulo: os dois pilares da Igreja

A tradição celebra no dia 29 de junho a solenidade de São Pedro e São Paulo, fundadores da Igreja Romana.

 

São João Batista

Muito nos falam os Evangelhos da pessoa ascética do Batista, com suas vestes evocativas dos antigos profetas de Israel e sua austeridade de vida. Chegaram os judeus a pensar que estavam diante do Messias esperado.

Entretanto, a história deste varão tão singular, cuja pregação marca o fim do Antigo Testamento e dá início ao Novo, é desconhecida para muitos.

 

 

 

Oficina de Oração Maio 2018

Necessitamos escutar Jesus vivo no mais íntimo e nosso ser. Necessitamos escutar a sua Boa Nova, não desde fora, mas desde dentro. Deixar que as suas palavras descendam das nossa cabeças até o coração. A nossa fé seria mais forte, mais contagiosa.

 

 

 

Santo Antônio

Antônio de Pádua ou – como também é conhecido – de Lisboa, referindo-se à sua cidade natal. Trata-se de um dos santos mais populares de toda a Igreja Católica, venerado não somente em Pádua, onde se erigiu uma esplêndida basílica que recolhe seus restos mortais, mas no mundo inteiro. São queridas dos fiéis as imagens e estátuas que o representam com o lírio, símbolo da sua pureza, ou com o Menino Jesus nos braços, lembrando uma aparição milagrosa mencionada por algumas fontes literárias.

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sagrado Coração de Jesus

O Coração de Jesus é o foco do amor. A devoção ao Sagrado Coração é a devoção que vem do amor como princípio, que se dirige ao amor como fim, que emprega o amor como meio. Celebrando este grande Amor de Deus por nós, somos convidados a renovar nossa devoção a Jesus, manifestado concretamente na vivência deste amor na família, na Igreja Doméstica, na partilha do pão, na alegria de celebrar em comunidade a Eucaristia, Vida de Jesus entregue por nós. Celebrar o Coração de Jesus torna-se uma importante ocasião pastoral para que toda a comunidade cristã novamente se sensibilize para fazer deste admirável Sacrifício e Sacramento o coração da própria vida.

SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO

Eu sou o pão vivo descido do Céu,

diz o Senhor.

Quem comer deste pão viverá eternamente.

 

 

 

 

 

Santa Rita de Cássia das Causas Impossíveis

 

Imediatamente após sua morte, Santa Rita de Cássia já era venerada como protetora contra a peste, provavelmente pelo fato de ter se dedicado em vida ao cuidado dos enfermos de peste, sem contrair jamais a doença. Este foi o principal motivo pelo qual era começou a ser conhecida como a Santa das Causas Impossíveis.

 

 

Santos Olípio e Possídio

Alípio e Possídio são dois nomes intimamente ligados ao de Aurélio Agostinho, como religiosos e como bispos. Eles são os dois melhores representantes da herança monástica de Santo Agostinho.

Toda a vida – desde jovens até a maturidade – buscando a Verdade: Deus!