N.S. Mãe de Deus

No Dia Universal da Paz (1 de janeiro) o calendário dos santos se abre com a festa de Maria Santíssima no ministério de sua Maternidade Divina. Mais »

Epifania do Senhor

A festa da Epifania é conhecida também como a festa dos reis magos que irão representar a aceitação futura de toda mensagem de Jesus nas diversas etnias e culturas da terra. Que possamos sempre nos desacomodar e ir de encontro ao que o Senhor nos pede em relação a nós e aos nossos irmãos. Mais »

Batismo do Senhor

Porém, Jesus o convence a batizá-lo mesmo assim. Na cena batismal, após Jesus emergir da água, o céu se abre e uma \"voz divina\" diz: \"Tu és o meu Filho dileto, em ti me agrado.\". O Espírito Santo então descende sobre Jesus na forma de uma pomba em Mateus 3:13-17, Marcos 1:9 e Lucas 3:21-23. Mais »

Oficina de Oração Agostiniana

Reunião Mensal, onde se lê e medita um texto agostiniano com oração do terço e adoração ao Santíssimo Sacramento. Realizada todo dia 15 (quando cai no fim de semana, vai para segunda-feira próxima) na capela no subsolo da Paróquia Santa Mônica com a direção de Frei Salvador. Todos estão convidados Mais »

Missa em Honra a Santo Ezequiel Moreno

Nesta Missa contamos homenageamos o grande santo Ezequiel Moreno, bispo e missionário agostiniano recoleto. Muitas graças são alcançadas por este poderoso intercessor. Nesta missa poderemos ouvir testemunhos de graças alcançadas e no final a imposição de mãos individual com a oração de Santo Ezeqiel Mais »

Tempo Comum

O Tempo Comum é um período do Ano litúrgico de trinta e três ou trinta e quatro semanas nas quais são celebrados, na sua globalidade, os Mistérios de Cristo. Comemora-se o próprio Mistério de Cristo em sua plenitude, Mais »

São Sebastião

São Sebastião originário de Narbonne e cidadão de Milão, foi um mártir e santo cristão, morto durante a perseguição levada a cabo pelo imperador romano Diocleciano. É padroeiro e dá o nome da cidade São Sebastião do Rio de Janeiro Mais »

Missa em honra a Santa Rita de Cássia

A Santa das Causas Impossíveis. Uma das mais antigas devoções da Igreja, sua poderosa intercessão trouxe para os devotos inúmeras graças alcançadas. Sua Missa no dia 22 traz em seu bojo a benção e distribuição de pétalas de rosa e a benção com aspersão de água benta Mais »

 

Oficina de Oração Agostiniana – Vivamos para o Senhor

Paulo pediu aos Romanos que “vossa caridade seja sem fingimento”. Que tivessem um ágape, um amor, uma caridade sem hipocrisia. Paulo quer que se tomem consciência da necessidade desse amor.

 

 

 

JOÃO É A VOZ; CRISTO, A PALAVRA

“João era a voz, mas o Senhor, no princípio, era a Palavra [cf. João 1,1]. João era a voz passageira; Cristo, a Palavra eterna desde o princípio.

 

 

 

 

 

A Manifestação do Senhor

Os magos vieram do Oriente para adorar o nascido da Virgem. Esta é a festa que celebramos hoje; a ela, damos a merecida solenidade e dedicamos o sermão. Este dia brilhou pela primeira vez para os magos; para nós, retorna anualmente nesta festividade. Eles foram os primeiros frutos dos gentios, nós somos o povo constituído de gentios. A nós foi anunciado pela linguagem dos apóstolos; para eles, uma estrela, como a linguagem do céu; e os próprios apóstolos, como se fossem céus, nos proclamaram a glória de Deus [1] .

A Mãe de Deus por São João Paulo II

A contemplação do mistério do nascimento do Salvador tem levado o povo cristão não só a dirigir-se a Virgem Santa como a Mãe de Jesus, como também a reconhecê-la como Mãe de Deus. Essa verdade foi aprofundada e compreendida como pertencente ao patrimônio da fé da Igreja, já desde os primeiros séculos da era cristã, até ser solenemente proclamada pelo Concílio de Éfeso no ano 431.

A paz segundo Santo Agostinho

Neste 1º de janeiro celebramos a solenidade de N.Senhora Mãe de Deus e também temos o dia Mundial da Paz, portanto publicamos este artigo em que exprime o que Santo Agostinho pensa sobre a Paz

“A paz de todas as coisas é a tranquilidade da ordem” – Santo Agostinho, em ‘A Cidade de Deus’ (De civitate Dei), Livro XIX, Cap. 13, I.

SANTA MISSA DA NOITE DE NATAL

 

 

 

 

 

Natal

 

 

 

 

 

 

Advento

O Advento e o Natal experimentaram um incremento de seu aspecto externo e festivo profano tal que no seio da Igreja surge, da própria fé, uma aspiração a um Advento autêntico: a insuficiência desse ânimo festivo por si só se deixa sentir, e o objetivo de nossas aspirações é o núcleo do acontecimento, esse alimento do espírito forte e consistente do qual nos fica um reflexo nas palavras piedosas com as quais nos felicitamos nas festas. Qual é esse núcleo da vivência do Advento?

Preparai o Caminho do Senhor

 

 

 

 

 

ORAÇÃO DE SANTO AGOSTINHO PARA O ADVENTO

Ó Senhor, não me glorio das minhas obras… não louvo as obras das minhas mãos; tenho receio de que, se Tu as examinas, nelas encontrarás mais pecados que merecimentos.

Só peço uma coisa e esta espero alcançar: não desprezeis as obras das Vossas mãos.

Contempla em mim a Tua obra e não a minha, porque se olhares para a minha, terás de condenar-me; mas se olhares para a Tua, salvar-me- ás.