Category Archives: Artigos

SANTO AGOSTINHO E OS 7 SACRAMENTOS

Agostinho foi bispo de Hipona (litoral noroeste da África). Nasceu em Tagaste (Numídia) em 13 de Novembro de 354 e morreu em Hipona em 28 de Agosto de 430. Ele é um dos mais proeminentes doutores da Igreja. Em seu ministério combateu fortemente as heresias dos Maniqueus e Pelagianos. (ENCICLOPÉDIA CATÓLICA, 1907). Neste artigo iremos analisar as passagens nas quais santo Agostinho demonstra sua crença nos 7 sacramentos cristãos.

Epifania do Senhor

A origem oriental desta solenidade está implícita no seu nome: Epifania (revelação, manifestação). Os latinos usavam a denominação festividade da declaração ou aparição com o significado de revelação da divindade de Cristo ao mundo pagão através da adoração dos magos, aos judeus com o batismo nas águas do Jordão e aos discípulos com o milagre das bodas de Caná.

NOSSA SENHORA RAINHA DA PAZ DE MEDJUGORJE

No dia 1º janeiro a igreja celebra N.S. Mãe de Deus e juntamente o Dia Mundial da Paz e é oportuno este artigo.Da mesma forma que N.S. de Fátima em 1917 antecedeu a segunda guerra mundial e a destruição de milhões de vidas. Assim nos chegou N.S. de Medjugorje antes da maior matança do século XX , a guerra da Bósnia, que foi o conflito mais prolongado e violento da Europa desde o fim da II Guerra Mundial, com duração de 1.606 dias. A guerra durou pouco mais de três anos e causou cerca de 200.000 vítimas entre civis e militares e 1,8 milhões de deslocados em 1995

Natal segundo Santo Agostinho

Com os sermões agostinianos sobre o nascimento do Senhor é possível reconstruir um presépio que recorda as reflexões do Santo sobre o mistério de sua aparição humana neste nosso mundo. É um presépio teológico ou cristológico onde a presença de Deus ilumina tudo, ao mesmo tempo em que projeta sombras profundas: Um mirante de grandes contrastes e paradoxos.

Preparai o Caminho do Senhor

2º Domingo do Advento (B)

Mc 1, 1-8: Homilia de Santo Agostinho (S. 288, 2)

Ano do laicato: vós sois o Sal da Terra e a Luz do Mundo!

O Ano do Laicato é uma inspiração para que, os leigos sejam mais uma vez, convidados a assumirem toda a força sobrenatural de seu Batismo. Com a celebração da festa de Cristo Rei, em 26 de novembro de 2017, a Igreja no Brasil deu inicio ao Ano do Laicato, em que as reflexões se darão a partir da seguinte temática: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”. Mas o que é o Laicato? O laicato se refere aos laicos, ou seja, aos leigos. Aqueles homens e mulheres, batizados, mas não ordenados, e sendo a maior parte da Igreja, os leigos têm um chamado próprio e específico no anúncio do reino de Deus dentro da secularidade temporal. Atuam diretamente na presença concreta da Igreja, nos mais diferentes espaços sociais e culturais, levando o amor extraordinário de Deus por todos e cada um no ordinário do cotidiano.

Oficina de Oração – Outubro 2018

Durante a última ceia, antes de anunciar que um de seus discípulos o iria trair, Jesus se “perturbou”. A perturbação do corpo de Jesus é interpretada por Agostinho como a perturbação da Igreja, que é o Corpo de Cristo. Trata-se daqueles membros da Igreja que necessitam do exemplo de Cristo frente às tribulações, mormente frente à morte, para consolar-se e não cair na perturbação pior do desespero. Em Cristo, todas as perturbações humanas alcançaram seu consolo e a sua esperança.

Santificados pela Esperança

 

Se a nossa esperança do Céu é pequena,

a nossa vida cristã terrena perde todo o sentido e se esvazia”

 

 

 

 

 

 

ORAÇÃO PELO BRASIL

Amanhã dia 7 de outubro (Dia de N.S. do Rosário) teremos eleições no Brasil.Vamos eleger o nosso presidente, bem como governador, deputado federal e estadual. Nosso país depois de um longo e desgastante processo que começou com o impeachment da nossa presidente e a descoberta de um rio de corrupção que nos levou a uma sem precedente grave crise econômica e institucional.

Pe. Pio e os Anjos da Guarda

O Padre Pio, que teve vários encontros com anjos durante sua vida terrena, escreveu esta incrível carta sobre como se relacionar com o anjo da guarda.

O Padre Pio, durante sua vida, teve encontros com anjos e chegou a conhecê-los bem. E também recebeu locuções interiores que teve de discernir de quem vinham e como deveria agir com relação a elas.

Em uma carta escrita em 15 de julho de 1913 a Anitta, ele oferece uma série de valiosos conselhos sobre como agir com relação ao anjo da guarda, às locuções e à oração.