Category Archives: Santos

Arcanjos, São Gabriel, São Miguel e São Rafael

Ao todo existem 7 arcanjos, porém os únicos três citados nas escrituras sagradas são: São Gabriel, São Miguel e São Rafael. Os Arcanjos são uma das três hierarquias mais altas. Apesar disso, são os mais próximos da humanidade e são enviados por Deus em momentos de grandes sofrimentos, mudanças e revelações. Neste artigo iremos falar um pouco sobre cada um dos Três Anjos Santos do Senhor, Gabriel, Miguel e Rafael.

São Cosme e São Damião

“Teus deuses não têm poder algum, nós adoramos o Criador do céu e da terra!” Hoje, dia 26 de setembro, lembramos dois dos santos mais citados na Igreja: São Cosme e São Damião, irmãos gêmeos, médicos de profissão e santos na vocação da vida. Viveram no Oriente (Cilícia, Ásia Menor entre os séculos III e IV) e, desde jovens, eram reconhecidos pela habilidade deles como médicos. Com a conversão, passaram a ser também missionários, ou seja, ao unirem a ciência à confiança no poder da oração, levavam para muitos a saúde do corpo e da alma.

Santo Padre Pio de Pietricina

Francesco Forgione (conhecido como Padre Pio de Pietrelcina) nasceu em Pietrelcina na Itália em 1887, em uma família humilde e muito católica. Desde a infância se mostrou caridoso e sempre fazia penitências a Deus. Com uma saúde muito frágil, sempre estava doente. Quando era muito pequeno conheceu um monge capuchinho do Convento de Morcone, Frei Camilo, que passou por sua casa pedindo esmolas, e desde então manifestou o desejo de ser sacerdote.

S. Mateus, Apóstolo e Evangelista

Naquele tempo, Jesus ia a passar quando viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança, e disse-lhe: «Segue-me!» E ele levantou-se e seguiu-o. 10Encontrando-se Jesus à mesa em sua casa, numerosos cobradores de impostos e outros pecadores vieram e sentaram-se com Ele e seus discípulos. 11Os fariseus, vendo isto, diziam aos discípulos: «Porque é que o vosso Mestre come com os cobradores de impostos e os pecadores?» 12Jesus ouviu-os e respondeu-lhes: «Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. 13Ide aprender o que significa: Prefiro a misericórdia ao sacrifício. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores. Mateus 9, 9-13

Santa Clara

 

“Clara de nome, mais clara de vida e claríssima de virtudes!” Neste dia 11 de agosto, celebramos a memória da jovem inteligente e bela que se tornou a ‘dama pobre’.

 

 

 

 

São Tiago Apóstolo (O Maior)

“Por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar; e matou à espada Tiago, irmão de João.” Atos dos Apóstolos 12:2

 

 

 

Santa Maria Madalena

Lc. 8,2 diz-nos que, entre as mulheres que seguiam Jesus e o assistiam com seus bens, estava Maria Madalena, ou seja, uma mulher chamada Maria, que era originária de Migdal Nunayah, Tariquea em grego, uma pequena povoação junto ao lago da Galiléia, a 5,5 km ao norte de Tiberíades. Dela Jesus havia expulsado sete demônios (Lc. 8,2; Mc. 16,9), o que equivale dizer “todos os demônios”. A expressão pode ser entendida tanto como uma possessão diabólica quanto como uma doença do corpo ou do espírito.

São Bento, abade

Bento, patriarca dos monges ocidentais, nasceu em Núrcia, no ano 480. Ainda muito jovem, seduzido e impelido pelo Espírito, abraçou um período de absoluta solidão numa gruta em Subiaco. A sua fama atraiu lhe discípulos. Organizou para eles a vida cenobítica, inicialmente em doze pequenos mosteiros à volta de Subiaco e, depois, no célebre cenóbio de Monte Cassino. Escreveu uma Regra que resume sabiamente a tradição monástica oriental, adaptando-a ao mundo latino. Esta escola de “serviço ao Senhor” é construída à volta da Palavra de Deus (Lectio divina), da Liturgia de louvor realizada em coro, e do trabalho em ambiente de fraternidade, de humilde e obediente serviço. S. Bento faleceu com 67 anos de idade, em Monte Cassino, no ano 547.

São Tomé, Apóstolo

São Tomé natural da Galileia, pobre pescador e um dos apóstolos que o Senhor escolheu para pregar o Evangelho, em todo o mundo.

Este pescador da Galileia chamado por Jesus Cristo, cujo nome se traduziu por Didymos, (em grego) em aramaico, gémeo. Ignora‐se, porém, de quem terá sido gémeo. Pode perguntar‐se se a referida incredulidade pertinaz não seria, até certo ponto, a tradução do seu nome Didymos que comporta a ideia de «duplo» e, consequentemente, de «duvidar» (lat.: dubitare; al.: zweifeln). Tomé e céptico são, de certo modo, palavras sinónimas. Sem dúvida que se espalhou tal associação: acreditar ou duvidar como Tomé. A Legenda Dourada dá‐nos os aspectos mais populares da novela da sua vida: a sua incredulidade e o seu apostolado na Índia. A sua incredulidade manifestou‐se em duas ocasiões: duvidou da Ressurreição de Cristo que, para o convencer convidou a que lhe metesse um dedo na chaga do lado. E, depois, duvidaria da Assunção da Virgem, que, como Elias arrebatado ao céu, enquanto subia lhe lançou o cinturão como prova.

São Pedro Apóstolo

El_Greco_-_Las_lágrimas_de_San_Pedro

Vemos duas etapas decisivas da sua vida: a chamada junto do Lago da Galileia e, depois, a profissão de fé: “Tu és Cristo, o Messias”. Uma confissão, dissemos, ainda insuficiente, inicial e contudo aberta. São Pedro coloca-se num caminho de seguimento. E assim, esta confissão inicial tem em si, como em gérmen, já a futura fé da Igreja. Hoje queremos considerar outros dois acontecimentos importantes na vida de Pedro: a multiplicação dos pães — ouvimos no trecho agora lido a pergunta do Senhor e a resposta de Pedro — e depois o Senhor que chama Pedro para ser pastor da Igreja universal.