Cristo Mestre da Humildade

 

A humildade é o remédio para qualquer pecado.

Sem a humildade não se daria crescimento na vida espiritual, pois que a humildade faz que o homem reconheça que Deus é quem dá todos os bens e nos obriga a trabalhar para que os dons recebidos frutifiquem.

 

Cristo, o Mestre da humildade segundo Santo Agostinho

RETIRO AGOSTINIANO-14/07/2018

Maria Cristina e Oscar Almeida

O orgulho, a soberba a origem de todos os outros pecados.

Adão e Eva, o pecado original.

Porque Adão ·e Eva influenciados pela serpente (pelo mal), pela soberba, queriam ser como Deus, conhecedores do bem e do mal. Gênesis 3,5

Sem a humildade dificilmente se pode cumprir os requisitos mínimos da vida cristã (a caridade e a misericórdia).

“Tu sendo homem, quiseste ser Deus, para tua perdição. Ele, sendo Deus, quis ser homem, para achar o que estava perdido. Tanto te oprimia a soberba humana, que só a humildade divina podia te levanta,-». (Sermão 188,3)

A misericórdia de Deus é tão grande por nós, que apesar da nossa desobediência, Ele nos dá direito de sermos seus filhos adotivos, acima de todos os anjos.

Só Cristo é o Mestre e Doutor da Humildade

O Mistério da Encarnação

«Cristo para nos ensinar a humildade e assim poder nos redimir, teve de se encarnar, fazer-se semelhante a nós e obediente até a morte de cruz, embora sem perder a divindade”. (Tratados sobre o Evangelho de São João, 51,3)

O Mistério da Encarnação é o ponto concreto em que Agostinho centra a sua atenção a nos falar de Cristo e a nos recomendar a humidade.

Era necessário que o Deus humilde se aproximasse do homem envaidecido para curar sua doença e libertar o homem do desespero.

“Portanto, porque o Senhor lhe ensina a humildade, afirmou: ‘Não vim fazer a minha vontade e sim a vontade de quem me enviou’ . Essa é a melhor recomendação da humildade. O orgulho faz a vontade própria, a humildade a vontade de Deus”. (Tratados sobre o Evangelho de João 25, 16)

Para Santo Agostinho Cristo é o exemplo de humildade para o cristão.

– a humildade e a obediência vão unidas e pertencem ao próprio dinamismo da vida cristã.

Cristo veio para quem ninguém se glorie de si mesmo, de tal maneira que a glória de Deus é a que cresça.

“Cristo Senhor, se humilhou para que aprendêssemos a ser humildes”. (Sermão, 272A)

Segundo os Evangelhos, Cristo nos ensinou a humildade:

A Encarnação: Deus que se fez homem

O Nascimento: sendo rei escolheu o local mais simples, a visita dos past ores etc.

A vida em família com Maria e José: o dia a dia de uma família simples e humilde, a obediência aos pais. Maria e José modelos de humildade.

O Batismo por João Batista: era necessário ser batizado por João para servir de exemplo.

A tentação no deserto:

A vida pública de Jesus:

As pregações: escolha dos discípulos, pr egação na sinagoga …

Os ensinamentos: As bem-aventuranças, o amor aos inimigos, não julgar, as parábolas, a oração do Pai Nosso, o jejum, a caridade, os tesouros da terra e os tesouros do céu. Os lírios do campo, a porta estreita, os verdadeiros discípulos, rejeição em Nazaré, quem é o maior (as criancinhas), o jovem rico, as Bodas de Caná, os Discípulos de Emaús, o principal mandamento …

Os milagres: Serviço às pessoas; curas do corpo e da alma …

A relação com as pessoas do seu tempo: os escribas, os fariseus, pobres e marginalizados da sociedade …

A Última Ceia:  O lava-pés e a instituição da Eucaristia …

A oração no Getsemâni: Jesus assume a vontade do Pai, a missão até o fim …

A prisão.

Diante do Sinédrio e de Pilatos.

Crucificação, Morte e sepultamento.

Ressurreição: “A paz esteja convosco!”

A missão dos Apóstolos e também nossa missão como cristãos.

Agostinho nos diz abraçados a Cristo:

“Reconheçamos a humildade do nosso Senhor e não nos envergonhemos dela. Não nos envergonhemos Dele”. (Comentários aos Salmos 46,2)

Jesus nos convida:

“Vinde a mim vós todos que estais cansados e carregados de fardos e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e sede discípulos meus, porque sou manso e HUMILDE de coração, e encontrarei descanso para vós. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. Mt 11,28-30

Um coração humilde para nos acolher.

Jesus foi humilde, mas ao mesmo tempo justo e firme na Sua maneira de ser e de agir.

No Novo Testamento além dos Evangelhos, podemos encontrar passagens que comprovam a humildade de Jesus Cristo (Cartas de São Paulo e outras).

Para refletir:

Como podemos nos esforçar em ser humildes apesar dos possíveis desafios do dia a dia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.