Nossa Senhora

Na proximidade da linda festa de Nossa Senhora do Monte. Carmelo, encorajo-o, se ainda não o fez, a promover dentro de si um relacionamento com Nossa Senhora quando criança a uma mãe. Afinal, ela é verdadeiramente sua mãe celestial. Ao orar, pense nela olhando amorosamente para você, seu filho. Olhe nos olhos dela. 

 

Aos olhos de uma mãe, descobrimos quem somos – preciosos, únicos e irrepetíveis – não baseados em quaisquer realizações ou na falta deles, mas como quem somos – seu próprio filho, querido em seu coração. 
 
Este é o olhar de Nossa Senhora Maria Santíssima para nós, sua amada. Nós somos sua “herança”, dada a ele por seu Filho a cruz no monte do Calvário.
 
Aos seus olhos, vejo um espelho que reflete para mim, não apenas minha amabilidade e plenitude que Deus tem em mente para mim, mas também minha fraqueza e humanidade … as próprias qualidades que atraem seu cuidado compassivo e o amor da Divina Misericórdia. . 
 
Em seu olhar carinhoso, sinto-me consolada quando estou triste, solitária e fracassada, e sinto suas suaves insistências para ir adiante com coragem e confiar na graça que nunca falha em Deus. 
 
Através da suave compaixão de seus olhos, as feridas são suavizadas, o conforto é dado para as tristezas e desapontamentos da vida, ansiedades e experiências dolorosas do passado são convertidas e transformadas em pontos de luz e graça que infundem sabedoria e perspectiva que só Deus pode dar.
 
Hoje e muitas vezes, rezar e tomar como falado a você pessoalmente, as palavras de Maria em Guadalupe, a Saint Juan Diego, e você vai encontrar uma profunda paz em seus braços. 
 
“Eu não estou aqui, eu quem sou sua mãe? Você não está sob minha sombra e proteção? Eu não sou a fonte de sua alegria? Você não está na dobra do meu manto, no cruzamento dos meus braços? Você precisa de mais alguma coisa? Não deixe que nada mais te preocupe ou perturbe.

Por: Irmã Carmelina, OCD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *