No dia de hoje, dá-se a conhecer aos gentios por meio de uma estrela

Epifania do Senhor (B)
Mt 2, 1-1:. Homilia de Santo Agostinho (S. 375, 1)

«O termo epifania significa, em nossa língua, manifestação. Cristo Senhor, há poucos dias, manifestou-se aos judeus em seu nascimento, no dia de hoje, porém, dá-se a conhecer aos gentios por meio de uma estrela. O boi reconhece o seu dono e o burro, a manjedoura do seu senhor (Is 1, 3). O boi alude aos judeus e o burro, aos gentios: ambos vieram à mesma manjedoura e nela encontraram o alimento da Palavra. Os magos, que tinham vindo adorar a Cristo e que representam as primícias dos gentios, não receberam a Lei, não ouviram os profetas: a mensagem do céu foi a estrela. Como se lhes tivesse sido dito: «Esperei, por acaso, algum favor da vossa parte? ». Os céus proclamam a gloria do Senhor (Sl 18, 2).

Contudo, Herodes, sobressaltado, perguntou aos judeus onde é que deveria nascer o Cristo. E eles responderam-lhe: Em Belém de Judá (Mt 2, 5), aduzindo o testemunho profético (Mq 5, 2). Prosseguindo os magos em seu caminho, para adorá-lo, eles permaneceram imóveis. Na estrada, há pedras que indicam o caminho, mas elas mesmas não caminham.

Os magos continuaram, por sua vez, até Belém. Tendo chegado, porém, à cidade, onde podiam encontrar a casa? Eis que aquela estrela, que brilhou no céu, desceu à terra e parou sobre o lugar onde estava o menino. Quanta diligência nos elementos naturais, quanta indolência nos judeus!

Perturbou-se Herodes, como se Cristo viesse procurar e encontrar um reino terreno. Nasceu o leão do céu, perturba-se a terrena raposinha. O Senhor disse, a respeito de Herodes: Ide dizer a essa raposa (Lc 13, 32). Perturbada, o que fez? Matou os recém-nascidos. O que fez? Matou crianças que nem falavam procurando a Palavra que ainda não falava».

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *